• Vanessa Delaix

FGTS: Regularize a situação de sua empresa.


Agora as empresas que estão com pendências no FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviços terão a possibilidade de parcelar os débitos rescisórios.


Foi aprovada ontem pelo Conselho Curador do FGTS uma resolução que beneficia com o parcelamento todos empregadores que estiverem com débitos do Fundo de Garantia até 31 de dezembro de 2017.


Agora os trabalhadores que saíram de empresas que não depositavam os valores de FGTS, segundo o Ministério do Trabalho esta resolução poderá beneficiar em torno de 8 milhões de trabalhadores, muitas empresas não depositaram os valores por dificuldades financeiras, e na rescisão o valor devido deveria ser feito o pagamento à vista dificultando o pagamento. Conforme a Caixa Econômica Federal em torno de 425.000 empresas encontra-se com dívida do FGTS, sendo em torno de R$ 2,6 bilhões de débitos rescisórios.


Dependendo de quanto os valores das rescisões representam do total da dívida, o parcelamento poderá ser feito em até 12 vezes, conforme a tabela abaixo, desde que com anuência do sindicato de trabalhadores da categoria:


PERCENTUAL DÉBITO RESCISÓRIO X PARCELAS

  • Até 10% , será á vista

  • De 10 a 20%, em até 3

  • De 21 a 30%, em até 6

  • De 31 a 40%, em até 9

  • Acima de 40%, em até 12


Regularize-se! Aproveite a oportunidade para quitar suas pendências com o FGTS, lembrando que essas pendências impedem a liberação da Certidão Negativa de Débitos do FGTS.